Uma volta pelo passado

Não tenho uma história.
Adormeço com o amanhecer.
Acordo com o luar.

Não te encontro. Tens-me.
Surgiste com o Sol. Pertenço-te.
As nuvens são os meus dias.
As estrelas o meu viver.

Não sou de niguém.
Doente. Louca. Insana.
Morri.

Vagueio perdida pelas ruas da cidade.
Aqui estou. Sem dono. Sem história.
Sem saber porquê sorrir.

Quero ajudar-te.
Ver as rosas murchar.
Beijar-te.

Amar-te como uma possessa.
Abandonar-te. Ver-te sofrer.

Tenho medo. Leva-me.
No mar alto não há ondas.
Uma canção de amor espera-te.

Não sou uma história.

14 de Novembro de1996

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A última vez | The Last Time

Desabafo de pouca monta, ou As voltas que esta cabeça dá: