Era uma vez

Era uma vez um sonho,
Que se desfez como poeira.
Era uma vez uma princesa,
Que deixou passar o cavalo branco.
Era uma vez uma tempestade,
Que não chegou a terra.
Era uma vez um amor,
Que se desvaneceu como um nascer do sol.

Era uma vez uma esperança
Que renasceu das sombras.
Era uma vez um princípe,
Que não se cansou de procurar.
Era uma vez um dia de sol,
Que se repetiu para todo o sempre.
Era uma vez um amor,
Que trouxe a lua e as estrelas.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A última vez | The Last Time

Desabafo de pouca monta, ou As voltas que esta cabeça dá: