A incerteza de te querer assalta-me.
É certo o futuro, inseguro o passado.
O presente foi ontem, e a saudade instala-se.

O sentimento repete-se.
Descanso, embalada pelo teu canto,
Repouso no regaço de uma mãe distante.
Espero pela luta que se avizinha,
Anseio pelos espólios da guerra.



Comentários

Mensagens populares deste blogue

A última vez | The Last Time

Desabafo de pouca monta, ou As voltas que esta cabeça dá: