A última vez | The Last Time

Um dia destes, é tarde demais.

Um dia destes,
…acordamos com a cabeça branca,
e arrependemo-nos de todos os minutos desperdiçados,
de todas as lágrimas derramadas,
de todas as palavras atiradas,
de todos os dias em que não dissemos “Amo-te”,
em que não nos tocámos como se fosse a última vez.

Um dia destes,
…olhamos um para o outro e não reconhecemos o nosso Amor,
passamos um pelo outro no corredor e nem nos olhamos,
dormimos de costas viradas, sem o aconchego das noites de Inverno,
escutamos a voz do outro lado da linha e saudamos o desconhecido.

Um dia destes,
                … adormecemos com o coração dorido,
                e acordamos com o coração partido, vazio,
                sem a doçura de um beijo para colar os pedaços soltos na tempestade.

Um dia destes, a última vez foi mesmo a última vez.



One of these days, it’s too late.

One of these days,
                ...we’ll wake up with a gray head,
                and regret all the wasted minutes,
                all the shed tears,
                all the thrown words,
                all the days when we didn’t say “I Love You”,
                when we didn’t touch as if it was the last time.

One of these days,
                …we’ll look at each other and won’t recognize our Love,
                we'll pass by each other in the hallway and not even look
                we’ll sleep with our backs turned, without the cozy feeling of Winter
                we’ll listen to the voice on the other side and greet the unknown.

One of these days,
                …we’ll fall asleep with a sore heart,
                and wake up with a broken, empty heart,
                without the sweetness of a kiss to glue back the pieces lose in the storm.


One of these days, the last time was really the last time.

Comentários

Leston Bandeira disse…
Espero que este última vez seja uma nova primeira vez - para continuar. O texto revela o mesmo talento, agora com outra convicção e seguro. parabéns.

Mensagens populares deste blogue

Desabafo de pouca monta, ou As voltas que esta cabeça dá: